Meditação guiada diária: amor

por Sri Chinmoy

Meditação guiada extraída do livro 222 Técnicas de Meditação, de Sri Chinmoy.

Veja mais meditações guiadas diárias.

 

 

Amor

 

Inspire um rio de amor | Quando estiver inspirando, sinta uma corrente de amor divino fluindo em e através do seu corpo. Você se ama, ama a Deus, ama os seus entes queridos e ama a humanidade como um todo. Então primeiro, por favor, tente colocar à frente o aspecto amor de Deus. O amor é o pioneiro de todas as qualidades divinas. Assim, quando clamar por Deus, sinta amor –imediato, espontâneo, sem reservas e repleto de alma amor.

 

Repita ‘amor’ em todo o seu corpo | Todos os dias, ao meditar, diga a palavra ‘amor’ antes de começar a sua meditação. Quando pronunciar a palavra ‘amor’, tente sentir que seus braços, pernas, olhos e todas as suas partes aumentaram em capacidade. Quando disser a palavra ‘amor’, sinta que seus braços se tornaram mais fortes, não para bater em ninguém, mas para trabalhar pela humanidade. Então concentre-se nos seus olhos e tente sentir que você os está usando apenas para ver boas coisas nos outros. Quando se concentrar nas orelhas, sinta que quer ouvir apenas boas coisas, encorajadoras e inspiradoras. Cada vez que disser a palavra ‘amor’, concentre-se em um dos seus órgãos. Depois disso, tente se concentrar na sua consciência interior. Tente expandi-la.

 

Torne-se a flor perfumada | Sinta que entrou num jardim com muitas, muitas flores. Escolha uma flor de que goste e aproxime-se dela. Aprecie a sua beleza e sinta a sua fragrância. Então diga algumas vezes: “Como eu gostaria de ser tão puro e belo como essa flor.” Após cinco minutos, tente imaginar que uma quantidade infinitesimal da beleza da flor entrou em você. Então, gradualmente, tente sentir que todas as boas qualidades que está vendo na flor – sua beleza, pureza, fragrância e outras mais – vieram e estão agora dentro de você.

Agora lembre-se o quanto amou aquela flor e quanta alegria ela lhe deu. De início, ela tinha uma existência separada. Mas, aos poucos, você trouxe a beleza e a realidade dela para dentro do seu próprio corpo e do seu próprio coração. Após isso, tente sentir que você não tem um corpo, não tem uma mente, não tem nada. Pense em si mesmo apenas como aquela mais linda flor. Porque você se tornou ela, é capaz de apreciar e amar a si da maneira que amou a flor.

 

Sinta que Deus o ama mais | Uma vez que comece a amar a si próprio, você tem que sentir que Deus o ama infinitamente mais. Se estiver sofrendo de um mal físico ou qualquer outra coisa, poderá sentir que ninguém está presente para amá-lo ou se solidarizar com você. Mas há Alguém. Essa Pessoa está dentro de você – se estiver sofrendo, tem que saber que Ele está sofrendo infinitamente mais. Se estiver feliz, então Ele está infinitamente mais feliz.

Tente cultivar o sentimento de que o Supremo, que é a sua parte mais elevada, está sempre sentindo o que você está sentindo, apenas infinitamente mais. Portanto, se amar a si mesmo, Ele o amará infinitamente mais.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.