Filosofia para a Vida Interior

textos de Sri Chinmoy, dos sites www.meditacaosp.com, www.meditacaobrasil.com e br.srichinmoycentre.org

if-we-fearfully-cling-to-what-we-have

Deus

 

Deus é todo Amor. Deus é todo Luz. Deus é todo Beleza. Deus é tudo: Verdade, Paz, Luz, Deleite em medida infinita. Ele tem forma. Ele é sem forma. Se você experimentar Deus como Paz, dirá então que Deus é Paz. Se experimentá-Lo como Luz, dirá que Ele é Luz. Se experimentá-Lo como Amor, dirá então que Deus é Amor.

 

Como seres humanos, com nossa limitada capacidade, dizemos que Deus é isso ou aquilo. Mas Deus é, na realidade, tudo. Se quisermos experimentá-Lo como uma expansão infinita e sem forma, poderemos fazê-lo. Se quisermos experimentá-Lo como um ser muito brilhante bem na nossa frente, então Ele se tornará isso.

 

Quando você toca a Árvore-Deus, pode experimentar Paz, enquanto uma outra pessoa pode sentir Deleite. Daí você diria que Ele é Paz e a outra pessoa diria que Ele é Deleite. Mas é o mesmo Deus, a mesma Meta. Em nosso processo de alcançar a Meta, podemos vê-Lo de diferentes maneiras, mas, uma vez que A tenhamos atingido, veremos que Ele é tudo.

 

Você é o mesmo dos pés à cabeça. Ainda assim, você chama algumas partes de ouvidos, outras, de olhos. Cada parte de seu corpo tem um nome particular. Entretanto, apesar de fazer parte de um mesmo corpo, uma parte não pode executar a função da outra. Olhos vêem, mas não ouvem. Ouvidos escutam, mas não enxergam. Da mesma forma, apesar de Deus ser único, Ele Se manifesta em muitas formas.

 

Deus é ao mesmo tempo nosso Pai e nossa Mãe. Como Pai, Ele observa; como Mãe, cria. Deus não é algo a ser obtido de fora. Deus é aquilo que deve ser desdobrado de dentro. Assim como Deus está no Paraíso, Ele também está na Terra. Ele está aqui, ali, em todo lugar. Deus é a nossa parte mais elevada, iluminada e perfeita.

 

 

 

REALIZAÇÃO EM DEUS

 

Auto-realização ou Realização em Deus significa autodescoberta no mais elevado sentido do termo. É quando alguém realiza sua unicidade consciente com Deus. Até agora você já leu alguns livros e também ouviu dizer que Deus está em todo mundo. Mas quando realizar Deus, saberá como Ele é, como Ele se parece e o que Ele quer. Quando uma pessoa atinge a realização, ela permanece na Consciência de Deus e fala com Deus face a face. Ela vê Deus no finito e no infinito, vê Deus como pessoal e impessoal.

 

A realização em Deus é o objetivo de nossas vidas. Ela nunca virá ao indivíduo que é inativo. Nós devemos nos esforçar para obter nossa realização. Temos de pagar o preço por ela. Não há outra alternativa.

 

Para realizar Deus, o primeiro pré-requisito é paz. A paz baseia-se no amor: amor pela humanidade e por Deus.

 

ALMA

 

Nós somos a alma, que é ilimitada. A alma é o mensageiro refulgente de Deus em você. Ela não conhece nascimento, decadência, nem morte. Ela é eterna. Ela é imortal.

 

Sua alma é infinitamente poderosa. Sua alma desafia tempo e espaço. É a alma que representa seu natural estado de consciência.

 

Toda vez que a alma entra no campo da criação e da manifestação, ela faz uma promessa solene a Deus, o Piloto Supremo, que tentará ao máximo revelar Deus aqui na Terra. Mas, infelizmente, quando a alma vem ao mundo, o mar de ignorância tenta envolvê-la.

 

A experiência da alma só será completa quando ela trouxer toda a perfeição do Divino para a matéria.

 

Sua alma necessita de completa satisfação. Ela quer atingir essa absoluta satisfação não no Paraíso, mas aqui na Terra. Se você achar que isso é impossível, poderá continuar a dormir por alguns séculos. Mas se achar que a vida divina é possível, sua alma sussurrará em seu ouvido: “Acorde, levante-se!”.

 

Sua alma é única. Deus quer Se manifestar e Se satisfazer em você de uma maneira única. Deus tem uma Missão divina para realizar por meio de sua alma. E, para satisfazer essa Missão em particular, Ele utilizará sua alma e nenhuma outra como instrumento escolhido.

 

Você quer que sua vida esteja a serviço de Deus de modo que Ele possa cumprir Sua Missão? Então, aqui e agora, devolva o trono à sua alma. Se fizer isso, o medo o deixará, a ignorância o deixará e, finalmente, a morte o deixará.

 

CORAÇÃO ESPIRITUAL

 

Na vida espiritual, nosso tesouro é a alma. Apenas com a ajuda da alma é que conseguiremos fazer o mais rápido progresso na vida interior. E nós podemos contatar a alma apenas ao meditarmos no coração espiritual.

 

É no coração que a alma reside. Todos os caminhos levam à Meta, mas existe uma estrada que nos leva mais rápido do que as outras. Essa estrada é o coração. É mais rápida, mais segura e certa do que qualquer outra estrada.

 

A luz da alma está disponível no coração. Se nos concentrarmos no coração, mais cedo ou mais tarde, a luz da alma virá à frente.

 

O coração é como o comandante-em-chefe, enquanto a alma é a rainha. Quando a alma vem à existência, sua primeira preocupação é iluminar o coração, que, por sua vez, é sempre fiel à alma.

 

De acordo com minha realização, o coração espiritual se localiza no centro do peito, no centro de nossa existência.

 

Abra primeiro a porta do coração. Depois, dentro do coração, tente abrir a porta da alma.

 

Quando o centro do coração estiver aberto, você sentirá uma alegria, um amor e uma pureza sem fronteiras. Terá também paz e a sensação de unicidade – unicidade universal.

 

Se o centro do seu coração for totalmente aberto, durante sua meditação você experimentará o néctar divino.

 

De acordo com alguns mestres, o coração espiritual é o universo. Eles foram tão longe que o universo coube dentro do coração. Nada está além ou fora do coração espiritual.

 

Se quisermos estabelecer um acesso livre à nossa alma, temos de focalizar nossa atenção, nossa concentração, em nosso coração.

 

 

 

 

ASPIRAÇÃO

 

Aspiração é a chama interior. Ao contrário de outras chamas, essa chama não queima nada. Apenas purifica, ilumina e transforma nossa vida. Algumas pessoas têm a impressão de que desejo e aspiração são a mesma coisa. Isso não é verdade. Elas são duas coisas completamente diferentes. A diferença entre desejo e aspiração é muito simples e muito clara. A vida tem uma porta interior. Aspiração a abre. Desejo a fecha. Aspiração abre a porta de dentro. Desejo a fecha por fora.

 

O desejo quer amarrar e devorar o mundo. A aspiração quer libertar e alimentar o mundo. Desejo é a energia direcionada para fora. Aspiração é a luz que flui para dentro. O desejo diz ao homem: “Possua tudo. Você será feliz”. Pobre homem, quando ele quiser possuir uma só coisa, verá que foi capturado e possuído sem piedade por todas as coisas na criação de Deus.

 

A aspiração diz ao homem: “Realize apenas uma coisa. Essa coisa é Deus. Você será feliz”. Abençoado e afortunado homem: em seu caminho para o alto e para seu interior, muito antes de ver Deus, ele sentirá paz sublime em sua vida interior e alegria radiante em sua vida exterior. Depois sentirá que a realização do Além supremo não poderá permanecer como uma meta distante.

 

A aspiração é nossa urgência interior em transcender ambas a experiência e a realização já conquistadas. Isso é absolutamente necessário porque Deus, o Infinito, está constantemente transcendendo Sua própria Infinidade, Deus, o Eterno, está constantemente transcendendo Sua própria Eternidade e Deus, o Imortal, está constantemente transcendendo Sua própria Imortalidade.

 

A aspiração pode ser desenvolvida. É como cruzar uma rua passo a passo. Cada vez que aspiramos, realizamos nas profundezas de nossa consciência o milagre de dar as boas-vindas ao Além.

 

A vida tem uma chama interior. Essa chama interior é chamada aspiração. E quando mantivermos nossa aspiração queimando, ela irá, sem falta, transmitir seu brilho refulgente para toda a criação de Deus.

 

MEDITAÇÃO

 

Meditação é a linguagem de Deus. Se quisermos descobrir qual é a vontade de Deus com relação à nossa vida, se quisermos que Ele nos guie, modele e Se satisfaça em nós e por meio de nós, então a meditação é a linguagem que deveremos usar.

 

 

Quando achamos que somos nós que tentamos meditar, a meditação nos parece complicada. Mas a verdadeira meditação não é realizada por nós. Ela é realizada pelo nosso Piloto Interior, o Supremo, que está constantemente meditando em nós e por meio de nós. Somos apenas o recipiente e estamos permitindo que Ele nos preencha com Sua Consciência.

 

O maior objetivo da meditação é o de estabelecer nossa união consciente com Deus.

 

Meditação não significa apenas ficar sentado silenciosamente por cinco ou dez minutos. Ela requer esforço consciente. A mente tem de ser posta calma e quieta. Ao mesmo tempo, deve permanecer vigilante para que nenhuma distração penetre na forma de pensamentos ou desejos. Quando conseguimos tornar a mente calma e quieta, sentimos que uma nova criação desperta dentro de nós. Quando a mente está tranqüila e livre e quando nossa existência se torna um recipiente vazio, nosso ser interior pode pedir por paz, luz e deleite infinitos, que eles virão e preencherão nosso recipiente. Isso é meditação.

 

A meditação é um presente divino. Ela simplifica nossa vida exterior e energiza nossa vida interior. A meditação nos proporciona uma vida natural e espontânea, uma vida que se torna tão natural e espontânea que não podemos nem respirar sem estarmos conscientes de nossa própria divindade.

 

MÚSICA E MEDITAÇÃO

 

Música é a linguagem interior ou universal de Deus. Meditação e música não podem ser separadas. Próxima à meditação está a música, a música plena de alma, a música que estimula e eleva nossa consciência aspirante.

 

Quando tocamos ou ouvimos músicas espirituais, músicas psíquicas, imediatamente somos transportados para um reino mais elevado de consciência. Quando tocamos música com toda alma, vamos para o alto, mais alto, altíssimo.

 

Cada vez que ouvimos música espiritual, obtemos inspiração e deleite. Num piscar de olhos, a música pode elevar nossa consciência.

 

Cada músico espiritual está espalhando conscientemente a luz de Deus na Terra. Deus é o Músico Cósmico, o Músico Eterno. E nós somos os instrumentos Dele.

 

YOGA

 

Yoga é união. É a união da alma individual com o Eu Supremo. Yoga não é uma religião. Yoga transcende todas as religiões. É algo infinitamente mais profundo do que religião. Yoga é aquilo que nos faz sentir que Deus está dentro de nós, que Deus é nosso e que Deus é por nós. Yoga é a comunhão direta com Deus. É a linguagem de nossa vida espiritual. Se quisermos falar com Deus, comungar com Deus, a linguagem necessária para isso chama-se Yoga.

 

RELIGIÃO

 

Não existe qualquer diferença fundamental entre uma e outra religião, pois cada uma delas incorpora a Verdade última. Portanto, Yoga não interfere com qualquer religião. Qualquer pessoa pode praticar Yoga, que significa união com Deus. Entre meus estudantes, eu tenho católicos, protestantes, judeus e assim por diante. Eu peço a meus discípulos que não desistam de suas religiões. Uma vez que aceitamos a vida espiritual, nossa religião se torna o amor por Deus. Essa é a única verdadeira religião e a que deve ser praticada.

 

VIDA ESPIRITUAL

 

A vida espiritual nos diz que viemos do Divino, que vivemos no Divino e que devemos retornar ao Divino. A espiritualidade nos diz que temos tudo dentro de nós. Somente precisamos, agora, revelar o que temos por dentro.

 

A vida espiritual nos ensina algo importante. Ela nos diz que não precisamos estar presos à vida de frustração, medo e ansiedade. Ela nos diz que, se nossa vida presente está cheia de miséria, frustração, derrota e limitação, então é igualmente verdade que temos uma vida ideal, que é toda harmonia, perfeição e satisfação. A vida espiritual quer ser uma ponte viva que nos levará da vida-desejo à vida-realização.

 

Se alguém entra na vida espiritual por causa de frustração, insatisfação ou desespero, pode não permanecer nela. Hoje ele está insatisfeito com alguma coisa ou alguém, mas amanhã ele pode dizer: “Não, deixe-me tentar de novo. Talvez desta vez eu consiga satisfação”. Mas se a pessoa sente existir dentro de si algo preenchedor, algo positivo ainda não obtido, isso significa que a aspiração está lá.

 

Na vida espiritual, oraremos a Deus por Paz, Luz e Deleite. Mas mesmo que Ele não nos conceda conforme queremos, ainda assim estaremos satisfeitos. Nossa aspiração em si já nos dá alegria. Apenas diremos: “Deus sabe mais. Talvez eu não esteja pronto. É por isso que Ele não está me dando aquilo que pedi. Mas Ele me dará quando eu estiver pronto”.

 

Será um erro deplorável se sentirmos que a vida espiritual está nos afastando do mundo. Pelo contrário, é a vida interior que nos mostrará como enfrentar o mundo. É apenas a vida interior que nos mostrará como achar a verdadeira satisfação na vida exterior. É apenas a vida interior, o chamado do coração, a ondulação da alma, que poderá satisfazer tanto a nossa vida interior quanto a exterior.

 

Para um buscador espiritual, a idéia de escapar da realidade é um absurdo e uma impossibilidade, pois a espiritualidade e a realidade precisam uma da outra para ser supremamente satisfeitas. Sem o sopro da espiritualidade, a realidade é mais do que sem sentido. Os buscadores do passado sentiam que precisavam renunciar ao mundo. Mas esse tempo já passou. O buscador do mundo moderno tem de desempenhar o papel do herói divino. Primeiro ele tem de aceitar o mundo. E depois transformar o mundo. O verdadeiro buscador sente que tem de entrar na vida da humanidade, para transformar e mudar a face da Terra.

 

MESTRE REALIZADO

 

Um mestre espiritual verdadeiro, realizado é aquele que tem inseparável unicidade com o Altíssimo.

 

Às vezes, as pessoas não sabem o que esperar de uma alma realizada. Elas sentem que um mestre realizado é totalmente diferente de uma pessoa normal, que ele se comporta de maneira não usual. Mas o que ele realizou? A definitiva verdade em Deus. E quem é Deus? Deus é alguém absolutamente normal. Quando alguém se realiza no mais elevado, isso significa que ele tem Paz, Luz e Deleite em medida infinita. Isso não significa que a sua aparência exterior ou outras características serão diferentes de alguma maneira, pois Paz, Luz e Deleite estão dentro de sua consciência interior. Mesmo depois de um mestre ter realizado o mais Elevado, ele ainda come, dorme, conversa e respira como os outros.

 

O corpo externo de um Mestre pode ser muito feio, mas de seu corpo você terá um senso de Pureza – uma Pureza que nunca sentiu antes. E nos olhos dele, pode ver infinita Paz e muitas outras qualidades divinas. Você sentirá uma alegria interior nunca experimentada antes. Poderá sentir todos os tipos de qualidades divinas em um Mestre espiritual, contanto que tenha aspiração. Se você não tiver aspiração, não importa o que o Mestre tenha, ele não será capaz de dar a você.

 

Um Mestre espiritual pode não apenas entender seus problemas, mas também tem a capacidade de ajudá-lo em suas necessidades, em medida infinita. Quando você está perante um Mestre realizado, sente que ele nunca pode ser separado da sua existência interior e exterior. Sente que ele é a sua parte mais elevada e que você quer crescer dentro dele.

 

Todos os mestres espirituais verdadeiros ensinam meditação a seus discípulos e admiradores em silêncio. Quando um mestre espiritual genuíno medita, Paz, Luz e Deleite descem do alto e entram no buscador espiritual sincero. Assim ele aprende interiormente a meditar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s